O que faz um confeiteiro e como ser um profissional?

O confeiteiro é responsável por fazer doces e para ser um profissional é necessário fazer faculdade de gastronomia.

fevereiro 25, 2021 por Redação - Compartilhar

O confeiteiro é responsável por fazer doces e para ser um profissional é necessário fazer faculdade de gastronomia.

No entanto, se você quer saber como começar antes de fazer um curso superior, leia este artigo até o fim.

Ser um confeiteiro

Para ser um confeiteiro ou confeiteira hoje em dia profissionalmente você precisa fazer a graduação em gastronomia.

Porém, assim como muitas profissões, antigamente não era necessário ter curso superior para saber como fazer bolos, tortas e outros doces.

Os doces ganharam mais evidência depois da descoberta do açúcar de cana, que era feito na América e ia para a Europa, onde existe a mais famosa forma de confeitaria que se chama pâtisserie.

O curso superior é uma forma de confirmar que você tem os conhecimentos sobre medidas, utensílios e o mais importante: segurança alimentar. Esse quesito é importante, principalmente se você atuar em empresas. 

Contudo, ter cuidado no manuseio e armazenamento de alimentos que farão parte da sua receita ou quando ela já estiver pronta é o mínimo de cuidado com a saúde do outro que precisamos ter.

Quais as tendências para confeitaria?

Os doces que chamam a atenção pela aparência ou pelo cheiro são os que mais venderão. Sendo assim, a decoração é peça fundamental dos doces que fará como bolos e bombons.

Uma nova tendência que surgiu nos últimos anos é o bolo fake, que não é como um bolo comum. Pode ter formas e decorações que sua imaginação quiser.

Outra tendência são os doces veganos ou para alérgicos. Assim como há doces para diabéticos, o público que não come mais itens que contenham leite animal ou glúten vem crescendo a cada ano e com isso um novo mercado que está em expansão.

Então por que não se aventurar em receitas que não levam farinha de trigo ou leite?

Mais uma tendência são os doces gourmet, como cupcakes e brigadeiros. Esta escolha é perfeita para eventos, mesmo que pequenos, como os tempos atuais pedem. Afinal quem não gosta de um doce com ingredientes selecionados e decoração única?

Confeitaria e marketing

Assim como o mundo está tecnológico, a confeitaria também está.

Fazer doces e sobremesas e mostrá-las ao mundo é imprescindível se você trabalha com confeitaria.

Faça das suas redes sociais a vitrine para sua produção e peça para amigos e familiares depoimentos para alavancar sua audiência se você ainda começando.

Mas se você já tem uma clientela fiel, peça a eles para fazer o mesmo, assim mais pessoas conhecerão seu trabalho.

Conclusão

Definitivamente somos seres humanos e precisamos de um doce. Ser confeiteiro não é necessário faculdade, mas conhecimento nunca é demais.

Por isso conheça o trabalho de confeiteiros profissionais, podendo ser os que estão nos programas da TV.

Com este contato, se ainda não é do ramo, vai conhecer quais os desafios e pormenores da profissão. Se você já é do ramo é uma forma de se aprimorar.

Quer mais uma ajuda? Acesse aqui os cursos da área de confeitaria da Cursa!

Últimas do Blog