Conteúdo do curso

0h28m

Economia Monetária - Moeda e Bancos (João Sayad) - Aula 1

Na primeira aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na Faculdade de Economia e Administração da USP, o professor João Sayad propõe um passeio histórico sobre o pensamento econômico dos principais teóricos conservadores e progressistas. E mostra como os economistas dessas duas categorias lutam para manter os seus paradigmas.
Playlist da disciplina: https://www.youtube.com/playlist?list=PL9B175DCCA462A826

0h29m

Economia Monetária - Moeda e Bancos (João Sayad) - Aula 2

Introdução - parte 2
Na primeira aula do curso Economia Monetária - Moeda e Bancos, na Faculdade de Economia e Administração da USP, o professor João Sayad propõe um passeio histórico sobre o pensamento econômico dos principais teóricos conservadores e progressistas. E mostra como os economistas dessas duas categorias lutam para manter os seus paradigmas.

Playlist da disciplina: https://www.youtube.com/playlist?list=PL9B175DCCA462A826

0h31m

Economia Monetária - Moeda e Bancos (João Sayad) - Aula 3

Oferta de moeda - parte 1
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA, o professor João Sayad, discorre sobre o funcionamento do Banco Central , mostrando como a instituição se liga ao governo e como atua na criação e multiplicação da moeda. Ele explica também como o dinheiro se multiplica a partir das ações econômicas dos bancos privados.

0h28m

Economia Monetária - Moeda e Bancos (João Sayad) - Aula 4

Oferta de moeda - parte 2
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA, o professor João Sayad, discorre sobre o funcionamento do Banco Central , mostrando como a instituição se liga ao governo e como atua na criação e multiplicação da moeda. Ele explica também como o dinheiro se multiplica a partir das ações econômicas dos bancos privados.

0h25m

Economia Monetária - Moeda e Bancos (João Sayad) - Aula 5

Oferta de moeda - parte 3
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA, o professor João Sayad, discorre sobre o funcionamento do Banco Central , mostrando como a instituição se liga ao governo e como atua na criação e multiplicação da moeda. Ele explica também como o dinheiro se multiplica a partir das ações econômicas dos bancos privados.

0h29m

Economia Monetária - Moeda e Bancos (João Sayad) - Aula 6

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 1
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA, o professor Sayad expôe as teorias que mais influenciaram a economia no século vinte -- a teoria Quantitativa da Moeda, reformulada por Milton Friedman, rejeita qualquer regulamentação da economia. O nível dos preços é proporcional à quantidade e à velocidade de dinheiro em circulação. Já o keneysianismo - ou seja, as ideias postuladas por John Maynard Keynes - defende a intervenção do estado para conter o desequilíbrio da economia.

0h30m

Economia Monetária - Moeda e Bancos (João Sayad) - Aula 7

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 2
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA, o professor Sayad expôe as teorias que mais influenciaram a economia no século vinte -- a teoria Quantitativa da Moeda, reformulada por Milton Friedman, rejeita qualquer regulamentação da economia. O nível dos preços é proporcional à quantidade e à velocidade de dinheiro em circulação. Já o keneysianismo - ou seja, as ideias postuladas por John Maynard Keynes - defende a intervenção do estado para conter o desequilíbrio da economia.

0h31m

Economia Monetária - Moeda e Bancos (João Sayad) - Aula 8

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 3
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA, o professor Sayad expôe as teorias que mais influenciaram a economia no século vinte -- a teoria Quantitativa da Moeda, reformulada por Milton Friedman, rejeita qualquer regulamentação da economia. O nível dos preços é proporcional à quantidade e à velocidade de dinheiro em circulação. Já o keneysianismo - ou seja, as ideias postuladas por John Maynard Keynes - defende a intervenção do estado para conter o desequilíbrio da economia.

0h27m

Economia Monetária - Moeda e Bancos (João Sayad) - Aula 9

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 4
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos , na FEA, o professor João Sayad destacou as diferenças fundamentais entre os modelos econômicos clássico e keneysiano. A Taxa de juros no modelo clássico, por exemplo, é um fenômeno determinado pela poupança e pelo investimento. Já no modelo keneysiano a taxa de juros decorre da oferta e da demanda de dinheiro no mercado.

0h29m

Economia Monetária - Moeda e Bancos (João Sayad) - Aula 10

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 5
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos , na FEA, o professor João Sayad destacou as diferenças fundamentais entre os modelos econômicos clássico e keneysiano. A Taxa de juros no modelo clássico, por exemplo, é um fenômeno determinado pela poupança e pelo investimento. Já no modelo keneysiano a taxa de juros decorre da oferta e da demanda de dinheiro no mercado.

0h29m

Economia Monetária - Moeda e Bancos (João Sayad) - Aula 11

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 6
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos , na FEA, o professor João Sayad destacou as diferenças fundamentais entre os modelos econômicos clássico e keneysiano. A Taxa de juros no modelo clássico, por exemplo, é um fenômeno determinado pela poupança e pelo investimento. Já no modelo keneysiano a taxa de juros decorre da oferta e da demanda de dinheiro no mercado.

0h28m

Economia Monetária - Moeda e Bancos #12 por João Sayad em Cursos USP

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 7
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA, o professor João Sayad explica o que a Moeda representa para diferentes correntes do pensamento econômico, entre elas, a dos cássicos e a dos keynesianos. Para os clássicos, que acreditam num mundo harmônico e racional, o dinheiro não passa de um expediente de troca. Já para os keynesianos ou neo-clássicos, a moeda é um ativo financeiro sujeito às incertezas do mundo capitalista.

0h26m

Economia Monetária - Moeda e Bancos #13 por João Sayad em Cursos USP

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 8
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA, o professor João Sayad explica o que a Moeda representa para diferentes correntes do pensamento econômico, entre elas, a dos cássicos e a dos keynesianos. Para os clássicos, que acreditam num mundo harmônico e racional, o dinheiro não passa de um expediente de troca. Já para os keynesianos ou neo-clássicos, a moeda é um ativo financeiro sujeito às incertezas do mundo capitalista.

0h23m

Economia Monetária - Moeda e Bancos #14 por João Sayad em Cursos USP

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 9
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA, o professor João Sayad explica o que a Moeda representa para diferentes correntes do pensamento econômico, entre elas, a dos cássicos e a dos keynesianos. Para os clássicos, que acreditam num mundo harmônico e racional, o dinheiro não passa de um expediente de troca. Já para os keynesianos ou neo-clássicos, a moeda é um ativo financeiro sujeito às incertezas do mundo capitalista.

0h30m

Economia Monetária - Moeda e Bancos #15 por João Sayad em Cursos USP

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 10
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA, o professor João Sayad apresenta um artigo de James Tobin, economista americano que morreu em 2002 e foi, durante mais de trinta anos, professor da Universidade de Yale. Tobin foi o primeiro a propor um imposto sobre as transações financeiras internacionais como forma de reduzir a especulação no mercado financeiro.

0h28m

Economia Monetária - Moeda e Bancos #16 por João Sayad em Cursos USP

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 11
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA, o professor João Sayad apresenta um artigo de James Tobin, economista americano que morreu em 2002 e foi, durante mais de trinta anos, professor da Universidade de Yale. Tobin foi o primeiro a propor um imposto sobre as transações financeiras internacionais como forma de reduzir a especulação no mercado financeiro.

0h27m

Economia Monetária - Moeda e Bancos #17 por João Sayad em Cursos USP

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 12
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA-USP, o professor João Sayad explica as diferenças fundamentais entre monetaristas e neoclássicos. A pergunta é -- afinal de contas, quem tem razão: os monetaristas, que argumentam que a intervenção do governo na política monetária e fiscal não produz resultados, ou os keynesianos, que defendem que o governo deve intervir nas políticas monetária e fiscal já que o regime capitalista não leva ao pleno emprego naturalmente?

0h28m

Economia Monetária - Moeda e Bancos #18 por João Sayad em Cursos USP

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 13
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA-USP, o professor João Sayad explica as diferenças fundamentais entre monetaristas e neoclássicos. A pergunta é -- afinal de contas, quem tem razão: os monetaristas, que argumentam que a intervenção do governo na política monetária e fiscal não produz resultados, ou os keynesianos, que defendem que o governo deve intervir nas políticas monetária e fiscal já que o regime capitalista não leva ao pleno emprego naturalmente?

0h27m

Economia Monetária - Moeda e Bancos #19 por João Sayad em Cursos USP

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 14
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos, na FEA-USP, o professor João Sayad explica as diferenças fundamentais entre monetaristas e neoclássicos. A pergunta é -- afinal de contas, quem tem razão: os monetaristas, que argumentam que a intervenção do governo na política monetária e fiscal não produz resultados, ou os keynesianos, que defendem que o governo deve intervir nas políticas monetária e fiscal já que o regime capitalista não leva ao pleno emprego naturalmente?

0h28m

Economia Monetária - Moeda e Bancos #20 por João Sayad em Cursos USP

Monetaristas e Neoclássicos -- parte 15
Nesta aula do curso Economia Monetária -- Moeda e Bancos --, o professor João Sayad discute o artigo 17 da Teoria de John Maynard Keynes. Neste artigo, Keynes mostra que a moeda é um ativo que se diferencia dos demais por conta de suas propriedades essenciais - ela é reserva de valor e unidade de conta, ao contrário dos clássicos, que acreditam que a moeda serve, principalmente, aos sistemas de troca.